A Banda Que Voa

(0)
São Paulo, SPR$ 44.000 - R$ 44.000

Highlights

  • Um show musical e de acrobacias aéreas onde os músicos, inclusive os instrumentos, e acrobatas aerialistas são presos a cabos de aço como um móbile
  • "A Banda Que Voa" é uma das atrações da Virada Cultural de SP 2018
  • Sobre o trabalho

    "A Banda Que Voa" mais uma vez será uma das atrações da Virada Cultural de São Paulo 2018, com 3 apresentações no dia 20 de maio no Parque da Juventude - Palco Norte com um repertório inédito e muitas surpresas que prometem emocionar e surpreender o público com esse espetáculo inusitado criado pe...

    "A Banda Que Voa" mais uma vez será uma das atrações da Virada Cultural de São Paulo 2018, com 3 apresentações no dia 20 de maio no Parque da Juventude - Palco Norte com um repertório inédito e muitas surpresas que prometem emocionar e surpreender o público com esse espetáculo inusitado criado pela Cia K e pelo cantor San Da Mí.

    Um show musical e de acrobacias aéreas onde os músicos, inclusive os instrumentos, e acrobatas aerialistas são presos a cabos de aço como um móbile, podendo se apresentar a mais de 40 metros de altura do chão. Forma-se um palco aéreo suspenso e movimentado por um guindaste.

    É a primeira vez que um espetáculo que mescla música, arte circense e efeitos de voo é criado nesse formato no Brasil e a cada apresentação ganha um novo elemento, um toque de inovação e criatividade, sempre primando pela qualidade artística.

    A estreia da “Banda que Voa” aconteceu na Virada Cultural de São Paulo em 2017, depois participou de uma matéria especial para o Programa da Sabrina no Centro de Tradições Nordestinas na capital paulista e mais uma vez será uma das atrações da Virada Cultural de São Paulo 2018.

    "A Banda Que Voa" surgiu a partir do Aerogroove, número que pendurou 20 percussionistas em uma espécie de “mobile humano” a 30 metros de altura e que foi apresentado na Virada Cultural, na chegada da tocha olímpica em São Paulo em 2016 e no carnaval de Recife deste mesmo ano.

    Sempre movido pelo desejo de criar e de se recriar, Kiko Caldas, diretor artístico da Cia K, teve as primeiras ideias da “Banda que Voa” e junto com o cantor San Da Mí, o projeto tornou-se um espetáculo itinerante que se adapta a diferentes alturas e locais, de preferência ao ar livre pelos equipamentos utilizados como, guindaste e grandiosidade do número e de artistas envolvidos.

    Sobre a Cia K

    A Cia. K foi criada e é dirigida por um dos pioneiros a realizar espetáculos usando a linguagem do Circo “Contemporâneo” em São Paulo e no Brasil: Kiko Caldas.

    Suas apresentações aliam números corporais virtuosos, acrobáticos e aéreos combinando o Circo com outras linguagens como Teatro, Dança, Música e Multimídia.

    Kiko fez parte da Cia Lúdica de dança por 8 anos com Suzana Yamauche e João Maurício. Foi um dos fundadores do Acrobático Fratelli e da Fractons. Por fim, veio a fundar sua própria companhia, que conta com estrutura e equipe altamente especializada de artistas, técnicos, organizadores e administradores.

    Sobre San da Mí

    Dono de uma extensão vocal sem limites e agudos de rock´n´roll que ganham suingue com o inseparável pandeiro, o artista que esteve frente ao grupo Sambô por 11 anos, mostra que vai além, ampliando a mistura rítmica em sua carreira solo e participando do projeto inovador - A Banda Que Voa. Com dez CDs, quatro DVDs e três videoclipes lançados em 20 anos de carreira, o músico também emplacou duas músicas em trilhas de novela da Rede Globo e fez duas turnês internacionais – uma nos Estados Unidos e outra no Catar. Recentemente lançou o novo CD em homenagem ao centenário do samba.

    Ficha Técnica – A Banda Que Voa

    Kiko Caldas – Direção artística e técnica
    San da Mi – Direção e produção musical
    Carrapeta Produções - Direção de produção
    Nayara Dias - Produção Cia. K
    Sandro Nascimento - Técnico de som
    Daniel Fei – Roadie
    Junior Assalti e Vagner Junqueira - Riggers

    Elenco

    San da Mi – Voz e pandeiro
    Edu Salmaso Peixe - Bateria
    Marcelo Johnson - Guitarra
    Leandro Matsumoto - Contrabaixo
    Carrapicho Rangel - Cavaco
    Erik Escobar - Teclado
    Juninho Karegato – Percussão
    Ieda Cruz – voz e aerialista

    Leia mais
    Ver mais